Barroco europeu

Origens do Barroco

O berço do barroco é a Itália do século XVII, porém se espalhou por outros países europeus, como por exemplo, a Holanda, a Bélgica, a França e a Espanha. O barroco permaneceu vivo no mundo das artes até o século XVIII.

Contexto histórico

Após o processo de Reformas Religiosas, ocorrido no século XVI, a Igreja Católica havia perdido muito espaço e poder. Mesmo assim, os católicos continuavam influenciando muito o cenário político, econômico e religioso na Europa. A arte barroca surge neste contexto e expressa todo o contraste deste período: a espiritualidade e teocentrismo da Idade Média (RELIGIÃO, EMOÇÃO), com o racionalismo e antropocentrismo do Renascimento (CIÊNCIA, RAZÃO).

Características

Os artistas barrocos foram patrocinados pelos monarcas, burgueses e pelo clero (Igreja Católica). As obras de pintura e escultura deste período são rebuscadas, detalhistas e expressam as emoções da vida e do ser humano.

A palavra “barroco” tem um significado que representa bem as características deste estilo. Significa “pérola irregular” ou “pérola deformada” e representa de forma pejorativa a ideia de irregularidade.

As obras dos artistas valorizam as cores, as sombras e a luz; e representam os fortes contrastes entre luz e sombra (claro e escuro). Eles faziam isto a partir de uma técnica chamada tenebrismo, onde um fundo muito escuro (quase preto) dava uma sensação de realidade aos personagens no quadro. As imagens não são tão centralizadas quanto as renascentistas e aparecem de forma dinâmica (movimento). Os temas principais são: mitologia, passagens da Bíblia e a história da humanidade. As cenas retratadas costumam ser sobre a vida da nobreza, o cotidiano da burguesia, naturezas-mortas, entre outros. Os retratos também eram comuns e, diferente do renascimento, os artistas do barroco passaram a fazer retratos de pessoas comuns: trabalhadores, pobres, ciganos, etc. Falando nisso, se no Renascimento os artistas valorizavam a beleza e a perfeição, no Barroco os artistas não tiveram medo de introduzir cenas de horror e rostos grotescos.

As esculturas e as pinturas também mostram faces humanas marcadas pelas emoções, muitas vezes bem exageradas, principalmente o sofrimento. Os traços (linhas) se contorcem, demonstrando um movimento exagerado. Predominam nas esculturas as curvas, os relevos e a utilização da cor dourada (para dar a ideia de iluminação, especialmente nas esculturas religiosas. Ex: O Êxtase de Santa Tereza, de Gian Lorenzo Bernini).

O Extase de Santa Tereza_Bernini

Artistas principais:

 

 

Moça com brinco de pérola
Moça com brinco de pérola
Retorno do filho pródigo
O retorno do filho pródigo

Texto adaptado do site “Sua Pesquisa”.

4 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s